USA Basketball | Desenvolvimento de jovens nos EUA

Fala, pessoal!

Soltei hoje no instagram do bball um vídeo feito pela USA Basketball sobre como é estruturado o desenvolvimento dos jovens por lá, e como os técnicos podem se organizar para serem mais eficientes no ensino do esporte. Veja abaixo.

Eae, caro leitor, bateu aquela tristeza após o fim do vídeo? Vamos colocar em perspectiva alguns pontos:

– os EUA devem ter conquistado por volta 90% das competições de basquete envolvendo seleções (base e adulto);

– possuem a maior liga profissional do mundo;

– possuem, por consequência, os melhores atletas do mundo;

– grandes marcas querem se associar;

Onde eu quero chegar com isso? Simples, apesar de estarem no topo absoluto da modalidade, eles ainda se preocupam, e muito, com as futuras gerações, e não querem de forma alguma sair do topo. Vamos olhar o Brasil e suas conquistas históricas e recentes:

– bi-campeão mundial masculino;

– campeão mundial feminino;

– campeão panamericano contra EUA (polêmica essa conquista, mas importante de todo modo);

– 3º lugar nas olimpíadas de Sydney com o feminino

– MVP de mundial U19 feminino: Damiris Dantas

Mesmo com essas conquistas, é muito difícil de conseguir comprar uma camisa da seleção. É muito difícil segurar uma categoria ano após ano. É praticamente impossível uma real integração entre as federações.

USA Youth Development

Sinto que, ao contrário dos EUA, que querem se manter como referência no esporte, nós quando temos esse destaque, simplesmente ignoramos. Lembro muito bem quando o basquete masculino voltou para as olímpiadas e muitas pessoas queriam comprar a camisa da seleção. Elas foram estar disponíveis APÓS as olimpíadas. Sem timing total!

Caro leitor, nada é por acaso. Se nós não nos voltarmos para base, criar programas bem estruturados, dar apoio e ferramentas para técnicos e clubes, estaremos sempre sujeitos a vôos de galinha. Estaremos a mercê do acaso, de surgir nesse imenso país, um atleta talentoso que será pressionado a trazer resultados, mesmo sem ter recebido o apoio adequado daqueles que o pressionam (Marcelinho Machado sofreu muito com isso).

Espero que tenham gostado do vídeo e do texto. Deixem suas opniões sobre o tema nos comentários!

É isso, pessoal. Um abraço e até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s