Conheça Eduardo Klafke, chutador que vem honrando o nome

Fala, pessoal!

Lembro que quando estava ajudando na organização do Federados All Star, abrimos para votação popular quem disputaria o torneio de 3 pontos. Lembro que recebemos MUITAS críticas por ter deixado um Eduardo de fora. Pois bem, nós não o conhecíamos e acabou ficando de fora. Semanas depois ocorreu o Estadual Sub-15 e o próprio Eduardo me acerta ONZE, ELEVEN, ONCE, ELF BOLAS DE 3!!! Contra o campeão metropolitano, diga-se de passagem.

Então, vamos conhecer um pouco mais desse grande talento: Eduardo Klafke. Sim, caro leitor, se você lembrou de Rogério Klafke, a idade já chegou para você.

Informações do Atleta:

  • Altura: 1,86m
  • Posição: Ala/armador
  • Categorias: Sub-15/16

Conquistas Individuais:

Seleção de Ouro Sub-15 da LBC
  • Defensor do ano copa UDESC 2017
  • Destaque pelo clube União Corinthians 2018
  • Cestinha do Campeonato Gaúcho 2018
  • Convocado pra Seleção do Sul
  • Cestinha de bolas de 3 na Copa do Brasil 2019
  • Convocado pra Seleção do interior de SP 2019

Conquistas Coletivos:

  • Bauru Basket: Campeão Regional 2019
  • Campeão da série Bronze Torneio Chuí Franca 2019

Quando começou a jogar basquete e porque escolheu o esporte?

Cara, eu comecei a jogar basquete por bastante influência do meu pai (Rogério Klafke), pois desde que eu nasci eu tava dentro da quadra acompanhado né, os jogos, treinos e etc, e acabei ficando muito envolvido. E ao longo do tempo eu fui desenvolvendo todo esse amor pelo basquete.

Rogério Klafke e Eduardo

Qual sua rotina semanal de treinos/jogos?

Minha rotina de treinos com o time é basicamente igual ao dos demais, só pelo fato de que algumas vezes sou chamado pra treinar com as categorias de cima, mas a princípio com o time são cinco vezes por semana, 1:30/2 horas de treino. Eu procuro treinar bastante o individual também, sempre que eu posso eu procuro uma quadrinha pra treinar nas horas livres, a princípio todos os dias também.

Os jogos que estão sendo a parte mais complicada no momento por causa da pandemia, porém ano passado foi um ano complicado. Não tive muitos jogos ao decorrer do ano, mas acho que 2020 iria ser uma etapa com bastantes jogos porque iria começar a jogar pela federação. A parte física eu estou procurando melhorar bastante, durante a pandemia eu estou conseguindo me manter e ficando muito bem fisicamente.

Quais campeonatos que participa durante o ano?

Este ano eu iria jogar a Federação, Paulista e Interligas

Qual foi sua melhor partida? Por quê?

Essa é uma pergunta meio complicada kkkk. Bastante gente acha que a minha melhor partida foi a do meu “career-high”, de 44 pontos, mas eu particularmente acho que foi um jogo do Estadual do ano passado contra o Pinheiros, que eu fiz 35 pontos. Mas o que eu gosto muito desse jogo é que eu comecei meio abaixo, aí eu coloquei na minha cabeça que eu precisava “ entrar no jogo “, ficar mais concentrado pra fazer uma boa partida. E depois disso, meu jogo começou a fluir, porque antes do intervalo eu tinha acho que por volta de uns 9 ou 11 pontos, e depois disso eu comecei a ficar quente, porque meti 8 bolas de 3 só no 2º tempo. Terminei com 35 pontos, então acho que o que eu gosto desse jogo é que eu me auto motivei e consegui fazer uma boa partida.

Jogo contra o Pinheiros pelo Estadual Sub-15 de 2019

Quais seus pontos fortes?

Meus pontos fortes são meu arremesso e leitura de jogo

View this post on Instagram

🏀🏀🏀 @eklafke02 @rogerio_klafke

A post shared by ✨Letícia Bersch Klafke✨ (@leticia_bersch_klafke) on

O que precisa melhorar em seu jogo?

Na quarentena eu aproveitei pra tentar melhorar bastante meus pontos fracos, que era mais a defesa e o cardio, que foram duas coisas que eu já melhorei bastante.

Quais as melhores atletas que já enfrentou?

Acho que no geral os atletas mais difíceis que eu enfrentei foi em algumas oportunidades que eu tive nos treinos do adulto de Bauru, que eles me chamavam pra treinar o 1 contra 1, por exemplo, com o Nick Wiggins e o Kevin Crescenzi. E em jogos da minha categoria, acho que foi o João Guizardi de Bauru, que eu tive um prazer enorme de poder jogar contra e ao lado dele, que virou um irmão pra mim.

Joáo Guizardi

Todas competições que te vi jogando, era na categoria de cima. Como é para você jogar contra jogadores mais velhos?

Pra mim foi sempre uma experiência e um desafio muito bacana, porque quando a gente é mais novo, cada ano que passa representa muito no nível de jogo e isso me ajudou muito na minha evolução e no meu crescimento como atleta. Basicamente em toda a minha carreira só conseguir jogar um ano na minha categoria, que foi o meu Sub-13, o resto foi sempre nas categorias a cima.

Você é bastante conhecido pelo seu chute. Como é seu treino de arremesso?

Desde que eu comecei a jogar procurei me espelhar em jogadores como o Curry, Klay Thompson, Ray Allen e meu pai, tentando corrigir e aperfeiçoar meu movimento. Aos poucos, com a orientação do meu pai, fui observando que quanto mais eu treinava mais confiança eu tinha.

Pretende permanecer em Bauru ou tem possibilidade de mudança de time?

Hoje em dia já estou jogando pelo SESI Franca Basquete

Existe uma pressão devido o sobrenome Klafke?

Eduardo e Rogério com a camisa do Sogipa

As pessoas que me vêem jogando e me comparam com meu pai, mas sempre vejo isso como uma forma de motivação pra tentar cada vez ficar melhor, e quem sabe um dia até melhor que ele.

Quem são suas referências no esporte?

Hoje em dia minhas referências são o Luka Doncic, Stephen Curry, Rogério Klafke ( meu pai ) e Michael Jordan.

Onde quer chegar com o basquete?

Meu objetivo sempre foi ser jogador, desde que comecei a jogar basquete. Tenho um amor gigante pelo esporte e espero que um dia eu alcance meu objetivo!

Show, Edu! Foi um prazer conhecer mais sobre você e com certeza é um nome que precisa ser acompanhado. Sucesso!

É isso, pessoal, um abraço e até a próxima!

1 comentário Adicione o seu

  1. Lena disse:

    Tal pai, tal filho. Orgulho que passa de geração, agradeço me mandar esses lances todos do Dudu, que acompanho como posso de longe, mas com o mesmo carinho que te acompanhei no Vasco. Amo vc, amor feito de orgulho, carinho e muita gratidão. Parabéns família.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s