Conheça Marcella Prande, ala/armadora do APABA/Santo André e Seleção Brasileira

Fala, pessoal!

Quando estava montando a matéria da Taíssa Queiroz (leia aqui), vira e mexe eu ouvia falar de outro nome, seja nas matérias que li ou nos vídeos da seleção brasileira. Deixei anotado o nome mas não fui atrás na época. Essa semana saiu a lista dos vencedores do prêmio de melhores atletas de 2019 pela federação paulista (lista aqui) e o nome estava lá novamente, então aproveitei a lembrança para conhecer mais da atleta e não me arrependi. Caro leitor, gostaria que conhecesse um pouco mais dessa grande jogadora: Marcella Prande, atleta da base e adulto do APABA/Santo André e da seleção brasileira (geração 2005).

Informações da Atleta:

  • Nome: Marcella Prande Freitas
  • Posição: Ala/armadora
  • Altura: 1,80m
  • Time: Santo André

Conquistas

  • Vice-campeã da Taça Paraná Sub-12 (2017)
  • Quinteto ideal Sub-12 (2017)
  • Campeã da Taça Paraná Sub-13 (2018)
  • Cestinha e quinteto ideal Sub-13 (2018)
  • Vice-campeã da Taça Paraná Sub-14 (2018)
  • Campeã Sul Americana pela seleção brasileira Sub-14 (2019)
  • Quarto colocado na Jr.NBA pela seleção da América Latina (2019)
  • Campeã do campeonato paulista Sub-15 (2019)
  • Cestinha e melhor do campeonato paulista Sub-14 por Santo André (2019)

Onde começou a jogar e porque escolheu o basquete?

Marcella no projeto do Basquete Clube em Araçatuba

Comecei a jogar basquete em uma escolinha da minha cidade (Araçatuba) chamada Basquete Clube, desde quando comecei a treinar já me apaixonei pelo esporte, e também pelo histórico de basquete na minha família.

Quais seus pontos fortes?

Infiltração, velocidade e visão de jogo.

O que precisa melhorar em seu jogo?

Preciso melhorar minha defesa no um contra um.

Coach Arilza (esq.) e Márcia Prande (dir), mãe de Marcella e ex-jogadora

Como é sua rotina de treinos?

Atualmente estou treinando online com meu time de terça, quinta e sexta-feira, porém treino todos os dias por minha conta com bola e vou na academia.

Como ficou sabendo da sua convocação para seleção? Quem te notificou? Estava onde no momento?

Fiquei sabendo através do meu time e quem me contou foi a minha técnica a Arilza. Eu estava de férias na casa da minha mãe.

Seleção Brasileira Sub-14 de 2019

Como foi a experiência de jogar pela seleção?

Foi uma experiência incrível, pois poder representar seu país em um campeonato é realmente muito gratificante.

Quais jogadoras e países mais te chamaram a atenção na competição?

Teve duas meninas que chamaram minha atenção, uma do Equador (Blanquita) e uma do Chile (Francisca). Já de país, o Equador chamou muito minha atenção pela cultura diferenciada deles.

Blanca Quiñonez, atleta do Equador

Vocês tiveram pouquíssimo tempo de treinamento. Como superaram essa desafio?

Superamos esse difícil desafio com a união e o foco de todas as meninas no mesmo objetivo, e claro com todo o suporte da comissão técnica.

Como foi a experiência de participar do evento na NBA? Quais atletas mais te chamaram atenção por lá?

Foi uma experiência surreal, porque não imaginava participar do evento de alto nível como a Jr.NBA. Teve uma jogadora da parte central do EUA que chamou minha atenção.

Equipe Latin America da NBA jr.

Qual foi sua melhor partida de todos os tempos?

Minha melhor partida foi no último jogo do campeonato paulista Sub-14 contra o Sesi, onde minha pontuação foi de 39 pontos.

Qual a sensação de ter ganho o prêmio de melhor atleta da categoria de 2019?

Marcella e sua mãe

Foi gratificante, uma recompensa do meu esforço e de toda a equipe, pois sem as meninas eu não teria conseguido esse prêmio.

Quem são suas referências dentro e fora das quadras?

Dentro da quadra me inspiro na Débora e na Helen Luz, já fora de quadra com certeza minha mãe.

Onde quer chegar com o basquete?

Primeiramente, continuar na seleção brasileira de base e depois chegar na adulta, participar de uma olimpíada e chegar na WNBA.

Mensagem para treinadores e colegas de times

Gostaria de agradecer ao prefeito Paulo Serra e a toda comissão técnica de Santo André por todo apoio e também as meninas do meu time que foram essenciais para esse prêmio. Devo agradecimento também, a todos os pais que me ajudam e me apoiam, em especial ao casal Elizabeth e Antônio que me acolheram com muito carinho!

Show, Marcella! Foi um prazer te conhecer e que siga em evolução para trazer muitas alegrias para o basquete brasileiro.

É isso, pessoal, um abraço e até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s