Conheça o mercado de agentes | Conversa com Marcelo Arruda, da Four Hunters

Fala, pessoal!

Conforme falei na entrevista com o árbitro Nicolas (leia aqui), eu gosto de mostrar todos os personagens que fazem a roda da base girar – e ainda tem muitos que quero conversar (assistentes, fotógrafos, preparadores, criadores de conteúdos, nutricionistas, gestores….). Dessa vez trago uma conversa que tive com Marcelo Arruda, sócio proprietário e agente da Four Hunters.

Matheus Arruda em partida pelo SPFC

Como entrou no mundo do basquete?

Paixão pelo esporte teve início tímido em 2014 através do meu filho Matheus Arruda. Em 2017 com a transferência do Atleta para SPFC, não teve como segurar a emoção, ai virou uma loucura o amor ao esporte.

Como surgiu a ideia de agenciar jogadores?

A ideia começou a ganhar força e conteúdo em 2019. Todos gostavam da forma da minha comunicação com outras Equipes, e também adoro transmitir os jogos e levar as imagens a Todos os Familiares e Amigos que por algum motivo não conseguem acompanhar in loco.

Quais as faixas de idades que trabalha?

Tenho Atletas a partir dos 14 anos, hoje o “Tio da Garotada” é o Matheus Veloso de Brasília, com 20 anos.

Matheus Veloso

 Quais os desafios da área?

São enormes, temos que Prospectar Atletas no qual estamos lidando com sonhos e desejos destes garotos. Após a prospecção, temos a incumbência de buscar uma estrutura para o desenvolvimento Esportivo, num País no qual temos falta de Patrocínio e interesse em investir nos Esportes.

Qual o diferencial da Four Hunters em relação ao mercado?

Eu conheço o desejo do Atleta e dos Pais, porque passei por isso nos últimos anos, investi no meu filho indo de Sorocaba para São Paulo quase todos os dias com apenas 12 anos, então todo Atleta que tiver na Four Hunters será Valorizado.

Qual o critério de seleção de jogadores da Four Hunters?

Estou atuando intensamente a 60 dias, é incrível a quantidade de Atletas que buscam uma oportunidade de Agenciamento ou simplesmente um conselho, muito difícil definir um critério que as vezes pode ser muito vago. Eu busco traçar um perfil do Atleta como por exemplo, onde ele quer chegar? Ele sabe da dificuldade de ser um Atleta?

Quem são alguns dos atletas atuais?

Como eu falei anteriormente temos que saber o nome de cada Atleta, então vou ser um pouco extenso nesta pergunta.

Matheus Arruda 2005 com vários títulos na Base pelo SPFC Basquetebol, em 2020 permaneceria em Sorocaba para defender Associação Classic (guarde bem o nome desta agremiação), em 2021 retorna ao SPFC !

Arthur

Arthur (2005) vindo de Rondônia, uma aposta um Garoto de 1,99 m , com muito potencial a ser desenvolvido, tenho certeza do sucesso.

Matheus Veloso (2000), Atleta de Brasília, com passagem na NBB em 2019 com a equipe de Brasília. Potencial absurdo, aguardando uma oportunidade para desenvolver o basquete.

Luan Lourenço (2002), armador nato, passagens por várias Equipes do Brasil, muito potencial.

João Vitor (2003), Atleta da Equipe adulta do Cerrado Basquete NBB, está tendo um ano especial em desenvolvimento em todos os sentidos.

Rogério Bittar (2002), Atleta do Bauru Basquete, 2020 tenho certeza que seria o ano, mas devido a pandemia teve que segurar o ímpeto, mas treinou muito durante o ano. Chega em 2021 muito forte.

Rogério Bittar

Davi Miranda (2006), o Atleta mais novo da Four Hunters, com inicio da carreira no Circulo Militar, tem um desafio enorme em 2021, tenho certeza que está preparado.

Qual o impacto da pandemia no mercado de agenciamento?

Imenso. Infelizmente vamos ter reflexos nos próximos anos, principalmente pensando na continuidade e surgimento de novas Equipes. Tenho convicção que muitos Atletas vão abandonar a modalidade por diversos motivos.

O que facilitaria o trabalho dos agenciadores na busca de novos talentos? (por exemplo: mais canais de base, atletas postando seus jogos, maior integração entre regiões…)

Temos ótimos canais de interação nas redes sociais, é o caso Bballbr Base, Atletas Basquete Brasil, entre outros. Busco também atingir Talentos fora do eixo SP/RJ/MG , é muito importante para o crescimento em geral do Basquete trazer Atletas da Região Nordeste, Centro Oeste e Região Sul. O Basquete, principalmente na Região Sul, vai crescer muito nos próximos anos. Temos Investidores e Treinadores fazendo trabalhos importantíssimos na Base.

Os atletas têm uma visão profissional do esporte ou falta esse entendimento por parte de atletas, clubes e familiares?

Falta muito conhecimento em todos os sentidos. O regimento do Basquete é guiado pela Lei Pelé, a falta de entendimento principalmente quando falamos em Contrato Clube VS Atleta é um oceano a falta de conhecimento! Temos também a desconfiança dos Pais no serviço prestado pelo Agente Esportivo.

Como é a comunidade de agentes? Existe uma troca de informações?

Comunidade muito interessante e a interação nas redes sociais é muito bacana. Acredito que houve uma mudança nestes últimos meses, principalmente na divulgação dos Jovens Prospectos agenciados. Hoje a maioria dos Atletas Federados de São Paulo tem Agente NBB, isso acaba motivando mais ainda o nosso Trabalho!

Onde a Four Hunters quer chegar?

Eu vou colocar um Atleta NBA/Europa! A Marca Four Hunters terá longevidade, vamos fazer algo diferente no mercado, vamos dar trabalho a Outros Agentes mostrando trabalho com qualidade e tratando Todos os Atletas como Ser Humano Único.

Marcelo Arruda

Sucesso, Marcelo! Que consiga crescer para ajudar no sonho de cada vez mais atletas.

É isso, pessoal, um abraço e até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s