Brasil fora das Olimpíadas e a BASE brasileira

Fala, pessoal!

Quanto tempo, hein? Difícil gerar conteúdo de basquete de base quando….não se tem basquete de base, rs. Mas fiquei com vontade de expressar alguns pensamentos após esse domingo.

Pois bem, o Brasil foi eliminado pela Alemanha nesse último final de semana e disse adeus às Olimpíadas de Tóquio 2020, mesmo após ter feito grandes jogos contra Tunísia, Croácia e México, onde os venceu por diferença de 26, 27 e 28 pontos respectivamente.

Eliminação do Brasil. Fonte: FIBA

Logo após o jogo, algumas discussões começaram nas redes sociais, por exemplo:

  • De quem foi a culpa?
  • Por que não temos um Luka Doncic brasileiro?
  • Precisamos investir na base!
  • Isso irá prejudicar a popularização do basquete!

Então vamos lá. Eu acredito não ter um funil tão estreito quanto participar dos jogos olímpicos de basquete (masculino em especial). São 12 países apenas e o nível é muito alto. Para fins de comparação, a seleção italiana foi vice-campeã em 2004 e, desde então, não participou mais, retornando agora após eliminar a Sérvia. E a própria Sérvia, que esteve na final do Rio 2016, não estará em Tóquio. O que quero dizer é que não participar dos jogos não é algo tão incomum, mas vamos olhar a Alemanha.

O país tem a seguinte estrutura (fonte aqui):

Basketball Bundesliga
  • Basketball Bundesliga (1a divisão – 16 times)
  • ProA (2a divisão – 8 times)
  • ProB (3a divisão – 16 times )
  • Regionalliga (4a divisão – 60 times)
  • Regionalliga (5a divisão – 112 times )
  • Landesliga Oberliga (6a divisão – 159 times)

Eu já fiz uma comparação similar com a Itália, veja aqui: https://bballbase.com.br/2020/09/19/basquete-europeu-e-credenciais-como-funciona-a-base-italiana/

Paulão Prestes (dir)
Fonte: Instagram

Além dessa quantidade de equipes, o país vem fazendo um projeto muito interessante na base, inclusive com um brasileiro lá: Paulão Prestes. Então aqui temos uma resposta para uma das perguntas “Por que não temos um Luka Doncic brasileiro?”. Na real, muito provavelmente nós temos vários potenciais Lukas , mas das duas uma: ou ele não tem uma quadra pra jogar ou só descobre o esporte com 15-16 anos. Mas existe um ponto mais importante sobre essa declaração, nós estamos sempre procurando por um salvador. Já tivemos esses seres messiânicos antes, como Oscar, Marcel, Hortência, Paula, Janeth….Todos tiveram impactos no basquete brasileiro, dentro e fora das quadras, mas o que fizemos com isso? Os problemas estruturais permanecem, porque a solução não é número de medalhas, mas sim na cultura esportiva (inexistente).

E isso já explica a célebre expressão “Precisamos investir na base”. Nada explica melhor a nossa base que a frase que ouvi no canal “Locomotiva Esportiva“, onde foi dito que a base brasileira é autofágica. Perfeito! Ela apenas se consome, não gera excendentes. Muitas de nossas federações fazem o minimamente necessário para não sumirem. Qualquer atitude que exige um pouco mais de esforço, já se ouve a frase “Não temos dinheiro”. Imaginação zero. O foco não é desenvolver e popularizar a modalidade em seu território, mas simplesmente…exisitir.

Veja abaixo o vídeo do canal. Temos pontos divergentes mas que valem totalmente a discussão.

Locomotiva Esportiva

Dada nossa desclassificação, podemos ouvir também “Poxa, sem o Brasil nas Olimpíadas, ficará mais difícil a popularização/massificação do basquete”. Sem dúvidas que ajudaria no engajamento do esporte, mas quem consome da base sabe que, mesmo que o Brasil fosse medalha de ouro colocando 20 pontos nos EUA, a molecada não teria onde jogar bola. Nossa estrutura não permite uma expansão de atletas. Nenhuma criança deixará de brincar de basquete se o Brasil estiver fora das Olimpíadas, mas deixará de brincar se não tiver uma quadra.

E o trecho acima ajuda a entender de quem foi a culpa. Não foi do Petrovic, não foi de nenhum jogador e não foi de nenhuma dispensa. A bola não cai porque nossa fundação não permite que uma tabela fique de pé.

É isso, pessoal. Um abraço e até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s